quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Sobre a minha infância . . .


 
       Ando melancólica esses dias, não sei bem ao certo porque, mas tudo tem me deixado triste (talvez  a TPM colabore um pouco). E na segunda feira, morreu o ator Gene Wilder, eu nem lembrava que ele existia pra falar a verdade, mas quando veio a notícia a única coisa de que me lembrei foi "A Fantástica Fabrica de Chocolate". Daí eu fiquei mais triste ainda, porque isso me leva a infância, me faz lembrar da casa da minha avó e de pessoas que foram muito importantes na minha vida as quais eu guardo no coração e tenho sempre um bom pensamento quando me lembro delas.
        Lembro que a primeira vez que eu assisti esse filme, estava lá na casinha da vó e que depois que o filme acabou, ficamos com lombriga de chocolate, eu e meus primos acho que eu tinha uns 9 anos, acho que era isso.  Me deu saudade de comer a salsicha com batatas da minha vó, do doce de banana que ela fazia, de brincar no campinho com meus primos, de ir na casa das amigas da minha prima (elas eram adolescentes e eu não entendia nada do que elas conversavam, mas mesmo assim eu gostava de ir na casa delas!), me deu saudade da rede que eu e meu primo deitava (e a gente brigava pra ficar com mais espaço), me deu saudades das guerrinhas de mamona (elas grudavam no meu cabelo, que era enorme!), e me lembrei do Natal e do pernil e franguinhos que a vó e a minha tia assavam, da macarronada deliciosa que elas faziam, da coca-cola de garrafa e da gelatina colorida na forma redonda com furo. E a gente assistia a Rena do Nariz Vermelho e eu tentava esperar dar meia noite, mas nunca conseguia porque dormia cedo. São tantas lembranças boas, de uma vida simples em meados dos anos 80.
     As vezes acho que a vida é tão cruel, porque ela passa rápido demais!    
     Porque ontem eu era uma criança, e hoje eu tenho uma criança para cuidar. 
   Porque ontem eu queria uma boneca com cabelo, no dia das crianças e hoje meu filho quer um celular com mais memória (porque o dele está ultrapassado!). 
     Porque ontem eu comia batata frita com sorvete de chocolate de sobremesa, e hoje passo a semana com sopa e salada. 
     Porque ontem a minha vida era tão simples e sem problemas (só aqueles que eu inventava) e hoje tenho que ser adulta, controlada, não posso falar o que penso, nem o que sinto, até porque chocaria todo mundo ao meu redor.
       E são tantos os porquês . . . 

Um comentário:

✿ chica disse...

Gostei de ver tuas lembranças e divagações e nunca terminaremos essa lista de porquês...Pena! beijos, chica